29 setembro 2009

Ontem na guarda


Ontem voltamos à guarda, local onde actuamos pela primeira vez fora do Porto, em 91. Foi a nossa estréia em viagens...

E a estas primeiras linhas enviadas por telemóvel, acrescento, já em casa, que foi um concerto no âmbito da campanha eleitoral de um candidato à autarquia e que o largo da Sé estava cheio de gente... bem diferente das 4 pessoas que nos foram ver em 1991. Bem diferente também a mesa do jantar, onde foi tirada a foto: maior, mais gente e mais farta! No entanto, houve algo de semelhante: o meu nariz congestionado e a voz rouca. É a minha sina.

26 setembro 2009

Mais uma foto online


Mais um momento na hora,enquanto esperamos pelo jantar. Chamo particular atenção para o Tomi no papel do Petit

ensaio de som,agora!JÁ!

23 setembro 2009

Vozes da Rádio no Cine-Teatro Estarreja

No seu XXXV aniversário, o Clube Cultural e Desportivo de Veiros presta tributo a uma figura ímpar daquela colectividade, Alfredo Mortágua e Silva.
Para o efeito, convidou-nos a fazer parte da festa e a partilhar o palco do Cine-Teatro Estarreja. É onde estaremos no próximo Sábado, dia 26 de Setembro às 21h30. O espectáculo é para maiores de 3 e a entrada são 5 oirinhos! Apareçam!

Para mais informações podem consultar o sítio do
Cine Teatro Estarreja

Sala Principal (vista a partir do palco onde vamos actuar)


Encontros

No esgalhanço aqui em baixo, um anónimo perguntou se estivemos este fim-de-semana no Praia-Mar, em Carcavelos. A resposta já lá está e foi afirmativa. O Praia-Mar foi durante alguns anos o nosso poiso, cada vez que íamos à capital. Depois começamos a ficar mais pelo centro, mas desta vez voltamos à linha (de Cascais, entenda-se) e tivemos um magnífico dia de fim de Verão, à beira-mar.
Recuando três anos e 3 meses, caindo num restaurante de Matosinhos e num jantar-debate sobre sexo, onde o mar e o Verão podem ser elementos de ligação, vemos à mesa estes vossos cinco amigos, o Carlos Magno, a Joana Amaral Dias e o Edgar Pêra, entre outros que enchiam a sala. O jantar foi óptimo, o debate-tertúlia foi (infelizmente) teórico e aqui e ali artístico e no fim trocámos contactos.
Voltamos ao presente e ao Praia-Mar. O Jony, o Tomi e eu, estamos no bar do hotel com um amigo em amena e divertida conversa. Com quem? O Edgar Pêra!
Esta minha descrição cinematográfica cheia de analepses e prolepses, é para vos preparar para o filme de hoje (quem não se lembra dos filmes de quarta-feira na RTP...) do nosso amigo Edgar Pêra. Um excerto de um filme feito para a bienal de arquitectura e que tem como principais intervenientes a arquitectura e o grande Nel Monteiro. Um momento a não perder!
Quanto à nossa conversa, algumas partes poderão talvez ser aqui contadas... mas para hoje o filme chega e sobra!

21 setembro 2009

Circense

Duas e meia da manhã... eram duas e meia da manhã, e os meninos da rádio, meio anestesiados com o sono de viagem e de hora tardia, lá foram ao trabalho. Era imperativo fazer um ensaio de som antes do amanhecer, dizia o anfitrião, meio Belga meio Português, meio não sei o quê. E os meninos lá foram. O "autocarro" foi recolhendo todos e lá para as tantas chegaram a Lisboa onde eram esperados por um batalhão de profissionais, que profissionalmente mantinham a disposição possível para fazer um ensaio profissional de som, luz, imagem e o que mais fosse preciso.



video


Profissionalmente, os meninos foram para o hotel pois ao início da tarde desse mesmo dia teriam de ronronar qualquer coisa para uma plateia ao estilo da "Galáctica", com gente de todos os pontos do universo.
Surpresa:
Uma mensagem pelas 03h15 "Ceia no quarto 319. 10 minutos"
Por momentos surge a dúvida acerca da finalidade daquela mensagem. Mas 10 minutos depois o telefone do quarto desfaz a dúvida e uns com traje diurno, outros com traje nocturno e de olheiras até aos pés, entre risos e palavras grandes, o quarto 319 fez as delícias de um restauro tardio e preparativo do descanso. O José António, num rasgo de genialidade, num acto de extrema simpatia e amizade, prevendo a custosa situação, preparou atempadamente deliciosas tapas acompanhadas de diversas e preciosas escolhas líquidas.

Ainda de manhã, apesar de nosso conhecido, foi uma agradável surpresa a vistinha do hotel...


Já de tarde, por entre a simpatia de alguns dos anfitriões, lá cantaram os meninos, com vida facilitada entre tanto carinho...

18 setembro 2009

Viagem on-line


Estamos a sair para Lisboa.Não vamos de bicicleta porque hoje o ciclismo português está de luto.Amanhã cantaremos ao início da tarde para um público privado,num sítio privado.Tão privado que nem eu tenho muito presente para quem seja... Mas vai ser bom. Se isto funcionar, que isto de telemóveis e net é um mundo um pouco desconhecido, vai uma foto do momento.

15 setembro 2009

Galiza, novamente

Ora ontem, lá foram os meninos para a Galiza, mais uma vez. Já me diziam a semana passada que nunca viram quem gostasse tanto de Espanha... Ainda gostamos de Portugal, por isso a Galiza está no nosso coração e felizmente tem sido muito agradável o trabalho e o carinho que temos recebido.

Mas, por cá vamos andar os próximos tempos em concertos pelo país, de Lisboa a Leiria, à Guarda ou Castelo Branco e Estarreja, são alguns dos concertos para muito breve. A ver na coluna ao lado.

Entretanto, o nosso amiguinho Vilhena tem praticado as suas aulas de levitação. Se calhar vai fazer parte do nosso espectáculo. Levitação e magia negra(só por parte do Vilhena)(cá está a piada da cor que fica sempre bem).

Vejamos uma pequena demonstração que ele nos fez, na Galiza, claro está...

09 setembro 2009

Casa de tolos, outra vez

Estamos na Galiza, mais uma vez. Vir aqui é como ir à casa do vizinho, com quem nos damos muito bem, para pedir um pouco de açúcar, num domingo já perto da meia-noite.
Hoje cedo apanhamos a A3 e estamos a trabalhar no Estúdio Casa de Tolos. Ainda hoje sairemos daqui com uma mistura quase final de um trabalho que prevemos esteja disponível lá para Outubro.
A coisa está soar muito bem. Nós também estamos a suar muito porque a temperatura está altíssima.
Para ilustrar esta nossa contínua presença no norte da Península fica aqui uma foto de Abril, aquando da nossa passagem por Porrinho.

07 setembro 2009

O conde

Ora ontem lá estivemos por Nelas, na feira do vinho do Dão.
A feira não precisava de muitas coisas para ser de excelência, bastava o vinho... E assim foi, lá provamos algum do bom vinho do Dão e aferimos o nosso selo de Qualidade.
O concerto decorreu com uma assistência muito agradável e teve mesmo alguns momentos de grande intensidade. O primeiro foi quando um cavalheiro irrompe pela frente do palco no final de uma das músicas a dizer que nos conhecia e nos ouvia muito na RTP Internacional, e lá ficou em amena cavaqueira com o Joca enquanto terminávamos a música e apresentávamos outra...
Mais tarde um entusiasta do fado entre palmas e pedidos de outros fados lá se manifestou também... e por fim, um entusiasta da boa música e, com certeza, do bom vinho do Dão, lá esteve a curtir com uns óculos de sol carnavalescos e uns colares a fazerem lembrar o Mardi Gras...
Sabemos que o conde também por lá andou, mas discretamente...

Antes do jantar

Logo após o jantar, o ensaio de som assistido...

02 setembro 2009

Para comemorar o aniversário

Lembrou ontem, e muito bem, o Miúdo, que este nosso tasco fez já três anos. Aos clássicos "o tempo passou a correr", "parece que foi ontem", "nem dei fé do tempo passar", ou ainda "está tão grande!", junto os meus parabéns e o grito de ordem para os demais inquilinos do espaço: "toca a esgalhar, que é a esgalhar que a gente se entende".
Aos três anos, e agora é a minha experiência de paternidade que fala, é-nos permitido fazer e dizer tudo, sem provocar grande mossa. Provocamos sorrisos com as nossas asneiras, fazemos birras inconsequentes, sabemos sempre dar a volta aos crescidos. O resultado é sermos reizinhos na anarquia que costuma ser uma casa com crianças!
Pois bem, vou vestir esse papel no blogue e colocar aqui uma parvoíce.
Quando pensei já ter visto e ouvido tudo, depois de ter tentado comprar o último disco da Rosinha na feira de Trancoso, com o título "Eu levo no pacote", depois de ter incentivado o meu filho a dançar no sound-check da Romana, eis que me cai no computador este vídeo de um ser de nome Élvio Santiago.
Já não me surpreendia assim há muito. Toda a figura, a letra, a canção, o fraseado, as bailarinas, o cenário e, a cereja no topo do bolo, a apresentadora que no fim, e com uma comovedora sinceridade, solta um: "A praia da memória ao rubro com o Élvio!". Esta miúda, que ostenta sempre este ar enjoado parece viver uma constante TPM. Alguém que a abane! Talvez só mesmo o Élvio Santiago.

Nos próximos dias 4 5 e 6 de Setembro 2009 o vinho do dão será o "actor principal" da Feira do vinho do dão da vila de Nelas.
Nesta feira pode-se encontrar o que de melhor se faz de nectár do deuses da região Região Demarcada dos Vinhos do Dão, com a presença de adegas cooperativas da região, desde as grandes quintas e mais prestigiadas até às mais pequenas.

Como "actores secundários", nós vamos também marcar presença nesta festa! Dia 6 de Setembro, Domingo, às 22h estaremos na Praça do Município e oficializar a grande reentré pós férias!

Esta feira de vinhos do dão que teve a sua primeira edição em 1991, ano de nascimento das Vozes da Rádio, é já um sucesso e levará milhares de apreciadores de vinho do dão a esta feira em Nelas.
Não percam a oportunidade de beber uns copos e (consequência ou não) ouvir umas vozes… ;)

01 setembro 2009

3º ano de Blogue! Parabéns a nós!

O tempo vai passando sorrateiramente, e afinal contam-se já 3 anos de escritos! Numa atitude saudosista, dei por mim a ler alguns dos esgalhanços antigos deste tasco de nível e foi engraçado constatar que, em relativamente pouco tempo, as coisas vão mudando sem se notar... Desde o primeiro dia de Setembro de 2006, as brancas do grupo foram aumentando em larga escala... tanto as dos cabelos como as do palco! Uns engordaram, outros emagreceram. Uns tiveram mais filhos, outros mudaram de residência. Uns baldaram-se aos esgalhanços do blogue, outros compuseram cada vez mais músicas. No meio disto tudo, o equilibrio tende a reinar. E é curioso que, mesmo entre crises e gripes, a carruagem continua partindo para mais concertos, gravações, ensaios, esgalhanços, borga... Às vezes são os mesmos que a puxam... Mas mesmo assim, as contribuições pessoais são sempre valorizadas. E é essa a moral deste pequeno apontamento.

Com o início de Setembro, começa o corre-corre normal do início do ano lectivo. Os miúdos começam a preparar-se psicológicamente para enfrentar um novo ano que, normalmente, promete ser melhor que o anterior. Engraçado como hoje, ao ouvir as notícias da goleada do Benfica, estabeleci um paralelismo entre o início do ano e a equipa encarnada. O Benfica é como uma família que aposta tudo na formação dos filhos. Começam o novo ano, a nova temporada, com um brilho nos olhos, com material novo, com truques novos que aprenderam nas férias para mostrar aos outros... Entram com toda a força, até tiram altas notas no início do primeiro período. A família rejubila. Depois as coisas começam a piorar... ou é culpa dos professores, ou do fiscal de linha que não viu o fora-de-jogo, ou da matéria que saiu no teste que não tinha nada a ver, ou do Pinto da Costa... O que é certo é que raramente chegam ao fim do ano com o que era esperado... normalmente em segundo ou terceiro na tabela classificativa. Se calhar a culpa é mesmo do sistema. É assim e não há nada a fazer. Ou então, para uma mudança significativa, se fosse ao Sócrates, pregava a todo Portugal que este ano, se fosse eleito, o Benfica seria campeão! São milhões de votos dos adeptos encarnados que ele iria colectar! Até podia ser que alguns fossem professores, daqueles que preferem ver o seu Benfica campeão do que mudar as regras da avaliação... Ele sabe que o povo tem memória curta, e mais uma mentirinha não ia fazer mal a ninguém...