16 outubro 2008

Dia mundial da alimentação

Basta olhar para as nossas silhuetas para facilmente concluírem que somos pessoas muito preocupadas com o que comemos. Dietas rigorosas, alimentação cuidada e rica em legumes, horários certos de refeições, são apenas algumas das preocupações diárias.
Uma constante dor de cabeça quando saímos é não termos a certeza do que vamos encontrar, gastronomicamente falando. São alterações radicais nos nossos hábitos que muitas vezes levam a desarranjos.
Felizmente cada vez mais existe no país (e não só) locais onde podemos manter a mesma qualidade e o mesmo equilíbrio alimentar. Eu posso testemunhar que em Great Yarmouth, no restaurante Crown, há francesinhas de excelente paladar, com um molho delicioso. Além disso podemos acompanhar a refeição com os melhores Douros, Dãos, Alentejos. É como comer em casa.
Por isso, e a poucos dias de partirmos para G.Y., deixo aqui uma palavra de esperança aos meus colegas cantores: não temais! há sítios para apanharmos uma barrigada de francesinhas, moelas e até tripas à nossa moda! Viva a globalização!Caldas da Raínha. Restaurante Copacabana. Também por aqui já passou a globalização. Curiosamente nunca comemos francesinhas nas Caldas, mas lembro-me de um restaurante tailandês por aquelas paragens que tinha aquela sopa picante que eu tanto gosto. Mais uma vez, chamo a atenção para a nossa (minha, neste caso) preocupação com uma alimentação equilibrada. Sopa é sinónimo de legumes.

1 comentário:

mike disse...

Francesinhas em Braga é no Atrium Café, em Lamaçães, na zona dos hipermercados