17 junho 2007

Estarreja, com amigos

Devido ao ritmo imoderado (de trabalho) que este singelo grupo vocal tem vindo a atravessar, as oportunidades de uma saída nocturna de puro lazer são raras (há quem diga até que São Rosas). Ontem, felizmente, essa tendência foi quebrada da melhor maneira possível: uma deslocação a Estarreja para ver o concerto da Ala dos Namorados. Vamos por partes...




De tudo o que aconteceu ontem, vários foram os momentos que são dignos de registo. O primeiro deles é, sem dúvida, a primeira viagem oficial dos membros caucasianos das Vozes da Rádio no verdadeiro naco de tecnologia adquirido muito recentemente pelo Joca. Qualidade... Com esta aquisição, Joca está bem perto de acumular as funções de músico, compositor, professor e galã com motorista/roadie! Por mim, um voto a favor! Espero que esta tenha sido a primeira viagem de muitas.
Chegados a Estarreja, tivemos o privilégio de jantar com o Manuel Paulo e usufruir da sua companhia. De facto, é uma alegria enorme chegar à conclusão que, para lá das fronteiras que delimitam a área do Grande Porto, também existe um bom punhado de gente muito simpática, com quem gostamos de privar. E, pasmem-se, alguns até são da mouraria!

Depois de jantar, nada melhor do que ouvir os nossos amigos! Outro momento digno de registo: esteve de chuva o dia inteiro. Temeu-se o pior, visto que o concerto era ao ar livre. E não é que a chuva parou APENAS enquanto decorria o concerto?! Mal o encore acabou, toca a chover de novo... Não sei como é que eles conseguiram fazer isto, mas algo me leva a pensar que se telefonarem para o número de telemóvel anunciado no último esgalhanço, para além de não obterem nenhuma resposta a tal pergunta, podem eventualmente apanhar uma doença.
Do concerto propriamente dito, posso escrever-vos da qualidade musical, do tempo que passou sem ninguém dar por isso, das canções mais recentes que já sabia de cor, da qualidade das letras que por lá se ouviu... Uma noite muito bem passada! Claro que, como fã da Ala, pedi a todos que me autografassem o último trabalho deles! Só faltas tu, Monge!


Não, não! O Vilhas não fez a tão desejada plástica à Michael Jackson! Quem está ao centro dos meninos é mesmo o grande Manuel Paulo!
De registar também a conversa salutar e cultural que tivemos com todos os músicos, junto aos camarins... Dessa agradável tertúlia, apenas retive alguns sites que recomendaram, um deles idêntico ao tablóide inglês de referência The Sun, e outro idêntico a um bem conhecido nosso, o YouTube. Apesar de ainda não ter visitado esses sites, penso que serão úteis para futuro (algo me leva a crer que, se telefonarem para o número de telemóvel apresentado no último post, alguém vos cederá informações sobre sites culturais do género e eventualmente outros que tratem exclusivamente de doenças contagiosas).

Fica aqui também um registo do fim do concerto ao som do novo "Caçador de Sóis" e de outra música que dispensa apresentações (peço desculpa pela fraca qualidade da imagem e do som, mas vale a pena ver apenas pela imbecilidade de algumas pessoas humanas que tentavam ver o concerto).







Não tentem fazer isto em casa... nem no jardim, nem a ver concertos, nem noutro lado qualquer, principalmente se estiverem a recuperar de uma entorse... Escusam de procurar o Vilhas, no meio da multidão, porque ele não foi, e mesmo que fosse, seria muito difícil encontrá-lo. Só se ele sorrisse...

Ps: Já agora, não se esqueçam de comprar o novo cd da Ala, Mentiroso Normal (vale mesmo a pena), bem como o Iblussom dos Trabalhadores do Comércio (vale mesmo a pena) e, recomendação mais actual, o Sete e Pico (...) das Vozes da Rádio (então esse é que vale!). 5a feira - Plano B!

5 comentários:

Anónimo disse...

Esse novo modo de "fisioterapia" para recuperar de entorses é algum método revolucionário aí do norte?
lol

j. monge disse...

Miúdo, bem me parecia que devia ter ido a Estarreja ontem... Foi pena ter parado de chover, caso contrário a janta tinha-se prolongado. Já agora, o que é que comeram?
Abraço!

P.S. Liguei para o nº de tel e respondeu-me uma voz melada: "És tu miúdo?".

São Rosas disse...

Bem, Estarreja... já falta pouco. E com um Citroën C4, de Estarreja à Mealhada é um saltinho.
Já agora, conheces a verdadeira história da São Rosas?

CAMR disse...

Tenho um sentimento ambíguo: por um lado, partilhei os mesmos metros quadrados que os Vozes da Rádio, em Estarreja; por outro, não tive o prazer de vos ver! Outras oportunidades virão!
Aproveito para vos dizer que admiro imenso o vosso trabalho, acreditando mesmo que este gosto é genético, uma vez que o meu pai é um fiel seguidor das vossas edições musicais!
Parabéns e Votos de muitas felicidades!

Anónimo disse...

Eu próprio recordo-me de um grande concerto, em 1999, dos Vozes da Rádio, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Estarreja. Lembram-se?
Salão cheio, ambiente intimista, espectáculo excepcional com toda a gente a lamentar o final... onde não faltaram "encores".