10 junho 2007

Já à venda!

Amanhã começa a ficar disponível o nosso disco em algumas lojas. A coisa vai sendo distribuída devagar. Houve gente que na quarta-feira, no Maxime, já levou a pérola para casa. Quem quiser, pode pedir informações para bezidroglio@gmail.com ou dirigir-se à nossa página e desta forma receber o disco pelo correio.
Já aqui escrevi que é preciso ajudar o artista, porque ele assim o merece. Vou agora elencar um número razoável de argumentos que com certeza vos motivarão a adquirir este maravilhoso trabalho das Vozes da Rádio.

a)As músicas não são nossas, são do António Mafra…ok, a faixa 12 é nossa, mas a letra é do Carlos Tê;
b)Os convidados cantam na maior parte das faixas, o que beneficia a audição;
c)Não há melhor para ouvir nas festas populares de Junho. Esqueçam a quinta de Mahler ou as Valquírias do Wagner;
d)Os nossos pais gostam muito do disco;
e)O disco só tem 13 faixas, ao contrário das 17 e 19 dos anteriores;
f)O disco foi todo feito em Portugal, ao abrigo da campanha, dê valor ao que é nosso;
g)Mesmo que não comprem, nós não desistimos e ameaçamos já com mais um trabalho;
h)A miséria começa a grassar nas casas destes cantores. Seguem-se abaixo algumas demonstrações públicas do miserabilismo galopante do quinteto;
i)O Miúdo pede aos amigos para fazerem download de coisas que lhe interessam porque tem um plafond de bytes miserável. Isto porque não pode pagar mais de Net. Também pede para lhe imprimirmos as pautas, porque não tem dinheiro para comprar tinteiros;
j)O Jony arranjou um trabalhinho extra no Ikea para assegurar o leite para a criança. Foi igualmente visto recentemente num infantário a tocar gaita-de-foles para bebés, ao que consta numa tentativa de lhes provocar lesões cerebrais e desta forma adormecerem mais depressa. Este trabalho foi razoavelmente pago;
k)O Tomi espera o QUARTO filho! Além disso tem o computador a arranjar no senhor das fotocópias há muito tempo… e depois do arranjo do seu super carro, precisa agora de arranjar o outro carro: o super, super twingo;
l)O Vilhas esteve muito pouco tempo em estúdio, como com certeza se aperceberam pelas fotos, não por fraco profissionalismo (porque esse já é muito antigo e reconhecido por nós), mas porque ficava no Casino onde toca, à espera do fim dos buffets para comer as sobras! Desta forma conseguiu ao fim de 44 ou 45 anos perceber que lagosta não sabe ao mesmo que o tremoço. Também a operação Michael Jackson que ele anseia há muitos anos vai ser outra vez adiada;
m)Eu… em menos de 1 ano dei cabo do mesmo motor, do mesmo carro, duas vezes! Uma das vezes sim, foi por exagero, mas desta vez, não (já agora não comprem carros coreanos… uma merda! E a assistência é terceiro-mundista). Isto tem-me levado a viver da misericórdia e do carro alheio. Em 5 semanas já me sentei numa boa dezena de carros diferentes. Felizmente o suplício acaba amanhã com a chegada de carro novo, coisa humilde para remediar. Fico agora com dois: um com motor (vá-se lá saber até quando) e um sem motor;

16 comentários:

Tany disse...

Já fiz a minha parte no meu blog ;)

Já o referi ao Miúdo, mas volto a fazê-lo: O cd está espectacular, ouve-se bem, as versões estão muito bem conseguidas, só tive pena de não terem cantado a última canção, por ser das mais conhecidas. (O Tomi tinha razão, o disco passa mais rápidamente de faixas do que no espectáculo lol)

Bjinhos a todos e parabéns ;)

j. monge disse...

Também estive no Maxime e cumpri a minha parte. O disco é uma merda! Comprei 6 para oferecer aos inimigos!
:-)

São Rosas disse...

OK, OK, a Tuna Meliches vai divulgar o trabalho... mas só para vocês não terem desculpas de não terem dinheiro para o gasóil...

Aldina Duarte disse...

Eu compro porque Sim!

Até sempre!

Câta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Câta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Câta disse...

Tenho é que ver se a minha mesada chega!! Pode ser que sim =D
Mas já ouvi na Antena 1 a música que cantam com o Rui Veloso!! Bjs!
Pode ser que compre, por solidariedade...
E preços?

San disse...

Eu comprei logo no Maxime um exemplar porque fiquei muito comovida com a história das fraldas.É um tema ao qual sou muito sensível dado que uma das minhas herdeiras deu em fazer alergia às descartáveis (numa premonição notável à lavandaria).
Esta comoção sobreviveu à audição do CD, mas confesso que esta referência cruel às caranguejolas coreanas deixa-me um bocadinho esmorecida. Eu tenho um, aquele do anúncio da sogra e, olha, não só sobreviveu à dita (coitadinha)mas tem-se mostrado à altura dos meus desmandos.

Joca disse...

Vamos lá a respostas, ou melhor antes disso: que lindo é ver que os comentários aqui são todos no feminino... tirando o do João Monge, mas esse é irmão!
Tany: o ora vejam lá estava no alinhamento do espectáculo. Era o encore... não sei porque é que não o cantámos. Talvez tenha sido eu o culpado por não ter lido o papel convenientemente(sou sempre...);
São: o dia (que não o final) está para breve. Vamos pensar em Julho, porque daqui até lá estamos preenchidinhos! Enquanto isso... comprem discos, leitão e tofu!
Aldina: tu és suspeita! E és culpada por eu ouvir fado! Devia ser obrigatório ouvir-se o "teu fado". Só faz bem à alma!
Câta: preços? mais barato que bife do lombo, quase de certeza! Confesso que nas lojas não sei, ainda nem vi. Na nossa agência, é fácil, é só perguntar para lá!
San: a história das fraldas é verídica!É claramente uma avença em merda todos os meses. E o meu coleguinha Miguel vai para o quarto filho. Já o vi a raspar umas fraldas descartáveis, para reutilização! Miséria. Também miserável é o meu (ou ex-meu) Hyundai Matrix. O motor estourou 2 vezes (nos arquivos de Setembro encontras a história do primeiro estouro). Mas pior, bem pior é a assistência dos facínoras que representam os coreanos. Não é que queriam que eu gastasse 7500 eros e depois ficavam-me com o carro para troca por 5000 eros? Sei que tenho ar de estúpido, mas fiz uma licenciatura com muita matemática (e não foi a um domingo...). Olha vou voltar aos franceses, onde já fui feliz!

Anónimo disse...

Viva a hyundai... quem não os estima...

Anónimo disse...

Qual necessidade, qual dinheiro, quais fraldas... devem comprar o disco porque é EXCELENTE!!! A falsa modéstia é pior do que a arrogância... O público não faz nenhum jeitinho a comprar o disco... Não fazem mais do que a sua obrigação. E eu, já cumpri com a minha...

Câta disse...

Mais barato que um bife de lobo?? Se assim for tudo bem =D!

Tany disse...

O Tomi à espera do 4º filho??? Mas estás de pouco tempo porque no Maxime ainda não se notava a barriga... Mas descansa que mais três filhos e podes ir para os concertos vestido de Branca de Neve (toma cuidado com a maçã)

Bjinhos ;)

Joca disse...

Cara anónima,

Aqui não há falsa modéstia. Se nós não nos achássemos os melhores, já tínhamos desistido há muito! Aliás o rei da arrogancia é este que te escreve, isto dito pelos colegas de grupo e pelos próprios pais. Só que para nós é tão redundante que este é um grande disco, que não há na Peninsula Ibérica, quiçá na Europa ou até no mundo um grupo tão bom e tão eclético como este que vamos diversificando os argumentos para isto não se tornar chato. Agora... claro que o disco é EXCELENTE. Não me acredito que em 2007 e até em 2008 haja trabalho tão bom. Talvez mesmo só em 2009 quando editarmos outro disco.

Diaspora disse...

Aqui a diaspora também já comprou! No El Corte Ingles a pouco mais de 15 eypos. Valeu a pena, o disco é muito bom. Quando o ouvir ainda vou gostar mais!

Diaspora disse...

E de facto é muito bom. Gostei. E companhia fundamental na minha viagem casa/trabalho. Gostei especialmente da intervencao da Manuela Azevedo mas sou suspeito porque gosto sempre do que ela canta.
Gostei tambem de ver que o disco nao tem daquelas proteccoes idiotas contra copia (aquelas que demoram +30 segundos a contornar) o que quer dizer que pude copiar para o meu leitor de mp3 sem problemas. Muito bom.
Ja reparam no "bug" na listagem das musicas? :) Na primeira cancao ha um espaco a mais e falta o "O"! :D
Aposto que foi de proposito.
Por ultimo uma nota para os vários "ringtones" que se podem fazer apartir deste disco. O meu telemovel já esta a tocar "Cuá, Cuá, Vai p'ra pata que te pos" o que é muito bom, mesmo para quem vive com impunidade linguistica (ou seja ninguem aqui para Portugues!).