07 setembro 2007

Águas do Luso

No passado dia 31 de Agosto estivemos no Luso, mais propriamente no lago do Luso, naquele que foi o primeiro festival AquaJovem. Logo à chegada ficámos deslumbrados com a linda paisagem que nos aguardava. O recinto onde decorreu este festival foi dos espaços ao ar livre mais bonitos onde já cantámos até hoje. O palco foi construído no lago e a nossa entrada em palco foi de bote! (voltamos aqui à questão barco, navio, bote, canoa…).

Aqui vos deixo hoje um pouco do cenário que fui filmando enquanto o Miúdo fazia o ensaio de som. Chamo a atenção para uma série de pormenores: a forma como o Nuno (técnico de som) venera a entidade patronal dizendo “vocês é que mandam”, o corte de cabelo radical do Jony, a azáfama em palco…
Entretanto deste concerto fica aqui também mais um lindo contributo da Helena e da Joana, duas amigas de Coimbra que nos foram ver ao Luso e que levaram um “Sete e Pico,…” para casa. Estas meninas foram de uma extrema simpatia e mandaram-nos para o nosso mail as fotos que tiraram, fazendo assim o que eu vou pedindo em palco e aqui no blog. Quanto à carta, “teenagers”, em breve recebem resposta nossa. É só haver tempo.

Os meninos e as meninas. Um muito obrigado pelo envio, Helena e Joana. É bonito ir construindo este nosso cantinho com o que nos mandam. Do choque tecnológico da passagem do analógico para o digital... percebo a dificuldade inicial. Também passei por isso. Mas depois de se habituarem à máquina digital, não querem outra coisa... o que se poupa em revelações e ampliações compensa o choque!

6 comentários:

Tany disse...

O jony está irreconhecível!!! Só quase no fim é que percebi que era ele.

O concerto deve ter sido fixe.

Bjinhos

Anónimo disse...

Foi sim. e o espaço era muito porreiro.

Especialmente à noite

marafuz disse...

Para além da simpatia das vssas 2 fãs, são pessoas de um honestidade e correcção expremas.
Qualquer fã deslumbrada jamais se lembraria de devolver uma insignificante caneta, mas que sendo tocada pelos 5 magníficos passaria ser um objento tentador e fácil de surripiar (principalmente a coberto da noite e da vegetação)

Mas não. mesmo com grande ar de agravo e tristeza qual dono deixando o seu caniche em abrigo camarário, a representante da dupla não só devolveu a caneta, como teve ainda a amabilidade de dizer que visitaria o blog (após algum luto pela perda).

Bem haja pela rectidão demontrada.

Por acaso já não sei onde anda a caneta. Mas há de aparecer.

Vozes da Rádio disse...

Sim e estas duas meninas...ao devolverem a caneta..."prometeram" comprar a nossa digníssima T-shirt num dos próximos investimentos! Por isso é aproveitar enquanto há! ;)

marafuz disse...

Tiago

posso perguntar o que é que o másculo bombeiro da tua thirt diz no balão?

Assim aqui em público!

Henrique Guedes disse...

Ah craques! Um passeio pelo Parque D. Carlos, nas Caldas da Rainha e o ter assistido ao final do esplêndido show fez com que nos deslocássemos ao Luso para ver o show completo! Já estão a ter uma ideia do que perderam os que não tiveram ainda oportunidade de assistir aos Magníficos Vozes da Rádio. Mais harmonioso do que o som da voz humana coordenada e muito rica dos 5 elementos, não existe, em minha opinião. Claro que todos os grandes cantores têm que ter boa voz, mas num espectáculo a que assisti, nas Caldas, em que cantaram alunos do Conservatório, julgo que de Lisboa, para mim qualquer dos actuais 5 elementos que pudémos ouvir individuamente no Luso não lhes fica atrás. Ainda por cima a harmonia do conjunto e diversidade, como já referi, com a boa disposição e graça natural dos elementos, fazem dos VdR únicos. Obrigado pela memória que fica a quem tem um mínimo de sensibilidade musical. Sois, realmente, únicos e espero ver-vos e ouvir-vos mais vezes no futuro! Um abraço a todos, iincluindo os que trabalham nos bastidores.